Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Melhor Amiga da Barbie

Um Mês de Cada Vez - Crónica MITOSYL 4.

01.11.17 | Ana Gomes

19BB14DA-51AF-47BA-A5A3-D7BAD967E988.jpeg

 

Escrevo este post enquanto a Vi dorme na espreguiçadeira. 

Num dia normal já a tinha deitado na alcofa... mas passou o dia a tossir. 

Caramba. O sufoco de ter um bebé adoentado é avassalador. Os 4 meses começaram assim: nariz entupido, expectoração muita tosse. O meu coração mudou de tamanho e passei umas três noites a olhar para ela. Hoje é a tosse que me apoquenta e fico de vigia. 

Ela é super rija. Como é que um ser que nasceu tão pequenino e aparentemente tão indefeso se tornou numa espertalhaça. 

 

Os 4 meses representaram dois momentos de transição enorme na vida dela - e naturalmente na minha - a diversificação alimentar e a entrada no berçário. Estava aterrada com qualquer uma delas... e claro que quem teve de aprender fui eu! Quando lhe ofereci sopa e fruta aceitou como se tivesse comido a vida toda. E o berçário? Fica na maior. Na maior!!! Estou super feliz com a escola, as educadoras e auxiliares são um amor e muito prestáveis o que facilita - e muito - todo o processo. A Vi quase salta do meu colo para o delas quando entramos na escola e eu balanço entre um ciuminho e um orgulho desmedido por ter uma bebe tão querida e simpática. 

 

Desde que soube que estava gravida que disse que ela iria para a escola na primeira oportunidade. E sim : precisava desesperadamente de algum tempo para fazer as minhas coisas com mais concentração. Mas........ quem vai para casa todos os dias ( e já passou um mês ) com um friozinho na barriga sou eu. E claro que é maravilhoso recuperar algum tempo para mim - seria hipócrita fingir que é tudo complicado - mas passo o dia a pensar nela naturalmente. 

 

No final do mês passado achei que os dentinhos nos estavam a fazer uma visita: andava irritada, instável, a querer roer tudo e a fazer chorinho o dia todo... mas o Pediatra tirou/nos dai o sentido apesar de eu já andar com o balsamo primeiros dentes da Mitosyl na carteira.... just in case. 

 

Aiiiii e o que ela cresceu neste mês! Em tamanho - esta enorme - e na interactividade. Já brinca imenso, ri para as pessoas, palra, faz bolhinhas, gosta de ouvir musica, segue-me para todo o lado. É tão, mas tãããão diferente! 

 

Há uma coisa engraçada que me continua a acontecer. Acontece-me varias vezes achar que isto tudo não passa de um sonho. Não estou a romantizar a ideia. Acho - mesmo - que vou acordar e isto não passou de uma ilusão. E isto acontece-me desde que sai da maternidade... recorrentemente. A verdade é que apesar de tudo na minha vida ter mudado radicalmente... já não saberia bem o que fazer sem este Amor. 

 

Minha Vi pequenina, minha maior companheira, minha forca inesgotável. A mama descobriu que a vida é muito mais doce, simples e importante desde que tu nasceste. És a minha maior lição. A mamã Ama-te... e nem sabia que era isto o amor. 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.