Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Melhor Amiga da Barbie

Esperar que entremos em casa

02.03.12 | Ana Gomes
Ora.. por acaso não concordo. Percebo que seja uma gentileza e um acto de simpatia extrema. Mas invariavelmente começo a caminhar num ritmo meio corrida, meio "estou a andar normalmente". Depois começo a procurar a chave e não encontro, nisto a pessoa contínua à espera. Passaram provavelmente 30 segundos mas parece que já lá vão 10 minutos, nada de chave.
Quando finalmente a encontro cai qualquer coisa da mala, sorriso amarelo para quem nos deu boleia, aceno, tipo "ok, está tudo bem!" mas a pessoa contínua educadamente à espera.

E eu contínuo todo atrapalhada sem conseguir ser rápida e eficiente como desejável.
Afinal era só entrar em casa, como faço todos os dias. Mas nestas situações parece que estou numa missão em que tudo pode acontecer, menos abrir a porta e desaparecer atrás dela.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.